Planejamento tributário abusivo: STF se posiciona contra a prática

12 de abril de 2022 às 17:31

Os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) tiveram até o dia 08 de abril para manifestar o seu posicionamento acerca do planejamento tributário abusivo. Com a conclusão do julgamento da Ação Direta de Inconstitucionalidade 2.466, o pedido da Confederação Nacional do Comércio foi considerado improcedente. 

Relatora do processo, a Ministra Cármen Lúcia ressaltou que o §1º do artigo 116 do Código Tributário Nacional (CNC) é constitucional — e foi acompanhada pela maioria dos ministros. Conforme a legislação em questão, “a autoridade administrativa poderá desconsiderar atos ou negócios jurídicos praticados com a finalidade de dissimular a ocorrência do fato gerador do tributo ou a natureza dos elementos constitutivos da obrigação tributária, observados os procedimentos a serem estabelecidos em lei ordinária”

Entendendo a ação acerca do planejamento tributário abusivo: 

O processo em questão foi ajuizado em 2001 pela CNC. De acordo com a Confederação, o trecho da legislação apontado anteriormente contraria os princípios da legalidade, da certeza e segurança das relações jurídicas e da separação dos poderes.

Em sua justificativa de posicionamento, a Ministra Cármen Lúcia mencionou que “a norma não proíbe o contribuinte de buscar, pelas vias legítimas e comportamentos coerentes com a ordem jurídica, economia fiscal, realizando suas atividades de forma menos onerosa, e assim, deixando de pagar tributos quando não configurado fato gerador cuja ocorrência tenha sido licitamente evitada”.

Ainda em sua justificativa, a relatora destacou a diferença entre os termos “elisão fiscal” — a diminuição legal da carga tributária — e a “evasão fiscal” — o meio ilícito de realizar esse processo. 

É possível fazer um planejamento tributário dentro dos limites da lei!

Na Dr. Fiscal, realizamos o serviço de planejamento tributário conforme as determinações da legislação. Por meio dele, entregamos às empresas uma análise comparativa de todas as vantagens e desvantagens que cada regime tributário pode lhes oferecer, já considerando os próximos três anos de vida do negócio.

Quer conhecer mais sobre esse serviço e outras soluções oferecidas pela Dr. Fiscal? Clique aqui e entre em contato com um de nossos especialistas!

compartilhe
Bruna Fonseca
Escrito por
Bruna Fonseca

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form.
$("form.mailster-form.mailster-form-submit.mailster-ajax-form.mailster-form-4 select#mailster-assunto-select-4").change(function(){ var select = $(this).children("option:selected").val(); $('form.mailster-form.mailster-form-submit.mailster-ajax-form.mailster-form-4').attr('name', select); });