Pequenos negócios criaram 95.587 mil empregos em agosto

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Uma análise realizada pelo Sebrae, com base em dados do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados), mostra que, no mês de agosto, os pequenos negócios criaram 95.587 mil empregos. O indicador é o melhor dos últimos cinco anos. 

Em agosto, o mercado de trabalho registrou a abertura de 121 mil vagas formais de trabalho. Desse total, apenas um quarto corresponde às oportunidades oferecidas pelas grandes e médias empresas.

Considerando também os dados da administração pública, ao todo foram 121.387 novos postos de trabalho abertos — cenário em que as micro e pequenas empresas representam 80% do total. Assim, o índice de agosto configura o melhor para o período desde 2014.

Hoje, a força dos pequenos negócios representa 99% do poder empresarial no Brasil. Eles movimentam a economia de diversas maneiras, gerando emprego e renda em todos os cantos do país. 

Trata-se de um segmento muito promissor, que, não à toa, tem sido aposta de vários investimentos e iniciativas governamentais. 

Em uma avaliação mais ampla, desde janeiro até agosto deste ano, o saldo de empregos gerados pelos pequenos negócios foi de 541,7 mil — demonstrando um crescimento de 6% em relação à 2018. Quando comparado com o indicador registrado pela médias e grandes empresas, o número revela ser quinze vezes maior. Em contrapartida, no que tange à geração de empregos,  as companhias de maior porte apresentaram uma queda de 58% em relação ao ano passado, criando apenas 35,1 mil empregos desde o início do ano. 

Tais dados ajudam a perceber mais claramente o potencial destas empresas, exemplificando a relevância que exercem no Brasil, atualmente. 

.

Gostou dessa notícia? Quer ficar por dentro de todas as novidades do meio empresarial, fiscal e contábil? Assine nosso newsletter e tenha acesso aos melhores conteúdos da Dr. Fiscal diretamente em seu e-mail!